Setor Público

Case: Pinacoteca de São Paulo

Por 14 de maio de 2018 Sem comentários

Nas administrações públicas modernas, a busca por dados e informações é essencial, de modo a embasar as decisões e aprimorar a gestão, tornando esta mais participativa e consciente. Sendo assim, como visto em textos anteriores, o Brasil produz uma quantidade expressiva de dados, por meio de órgãos como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e a Fundação SEADE. No entanto, a administração pública, seja ela direta, indireta, e as organizações sociais, carecem da utilização de tais conhecimentos para embasar suas decisões.

Nesse contexto, uma das organizações que buscou transformar os dados e informações em conhecimento foi a Pinacoteca de São Paulo, museu de artes visuais que mantém expressivo acervo de mais de oito mil obras da arte brasileira. Esta instituição, classificada como Organização Social, vinculada à Secretaria de Estado da Cultura, possuía um Programa de Gestão por Competências defasado, que precisava ser analisado e aperfeiçoada. Nesse sentido, a Consultoria Júnior Pública foi contatada para esta tarefa.

Destarte, o projeto foi divido em duas frentes, sensibilização dos colaboradores, a fim de tornar os funcionários mais comprometidos com o programa e com a Pinacoteca; e proposição de um novo método de acompanhamento, mais eficaz que permitisse maior controle sobre a efetividade do programa e evolução dos colaboradores. A primeira ação do projeto foi revisar e reestruturar a Pesquisa de Satisfação já existente, de modo a analisar os resultados previamente obtidos, analisando os pontos fortes e os fracos. Desse modo, a partir desta análise, a pesquisa foi alterada e as alterações propostas colocadas em prática.

A partir da formulação da nova pesquisa de satisfação, esta foi aplicada aos visitantes do Museu e os resultados gerados foram devidamente agrupados e encaminhados para a compilação e análise. Sendo assim, os insumos gerados foram compilados e, por meio de tabulações e projeções gráficas, foram investigados, explorados e ordenados de modo objetivo e explicativo, de modo a fornecer à organização as conclusões e possíveis ações para aprimorar suas ações.

Por fim, foram realizadas entrevistas com funcionários e aplicação de workshops para aprimorar a sensibilização dos funcionários. Em seguida, foi elaborado um método de acompanhamento do Programa de Gestão por Competências.