Setor Social

A gestão de voluntariado – como motivar seus voluntários?

Por 11 de abril de 2018 Sem comentários

Muitas organizações do terceiro setor dependem do trabalho de voluntários para desenvolver seus projetos. Para isso, além de captar esta mão de obra, é necessário ter estratégias para gerenciá-la, deixando os voluntários sempre engajados e realizados para que suas contribuições sejam constantes, além de atrair novos possíveis interessados para contribuir com a causa. Assim, de modo a fazer uma boa gestão dos recursos humanos é essencial que se entenda os principais fatores que afetam a motivação desses voluntários.

Existem várias razões para alguém participar de um trabalho voluntário. Seja por realização pessoal ou inconformismo com a causa, é importante que se identifique a motivação para usá-la como forma de estimulá-los. Em qualquer situação, a satisfação dos voluntários com o trabalho que estão realizando é essencial não só para que permaneçam engajados, mas também para que seu trabalho seja bem executado. Lembrá-los constantemente do impacto causado na sociedade ou no meio ambiente e da importância da ajuda deles pode ser uma forma de engajá-los mais ainda.

Uma vez que a instituição já possua ferramentas de gestão de pessoas, estas podem facilmente ser aplicadas no voluntariado. No entanto, muitas organizações não têm uma estratégia bem definida e, com isso, precisam desenvolver maneiras de lidar com os voluntários. Faz parte do processo de gestão de voluntários dar uma orientação global a organização, garantindo que todos estejam alinhados com a missão, a visão e os valores da instituição. Para isso, é importante a definição de objetivos comuns, trazendo a sensação de que todos estão trabalhando por uma mesma causa.

Outra maneira de estimular os voluntários é realizar uma avaliação do rendimento deles nos trabalhos. O reconhecimento institucional do bom desempenho pode funcionar como estímulo, aumentando o rendimento e a satisfação. Portanto, administrar os voluntários pode ser um grande desafio para um gestor de pessoas. Basear-se somente na contrapartida do impacto social de um trabalho para motivar os trabalhadores requer estratégias particulares de acordo com as especificidades de cada organização.

Comentários